24 julho, 2009

Ê saudade

Tem um texto da Cecília Meirelles que fala sobre as escolhas que a gente faz. Ou isto ou aquilo? Sol ou chuva? Guardar dinheiro ou comprar doces? Estar lá ou cá? Às vezes nem nos damos conta, mas a todo momento tomamos decisões como essas: esquerda ou direita, sair ou ficar, ônibus ou metro, peixe ou carne, suco ou refrigerante, comprar ou não comprar. A lista é grande.

Quando se decide viver em outro país, a gente sabe que vai abrir mão de um bocado de coisas, em troca de outras tantas. Dói acompanhar só de longe a formatura do sobrinho, a primeira apresentação de dança da irmã, a escolha da casa nova de Donana, a festa junina da escolinha do afilhado, a gravidez da amiga, o casamento do amigo, os preparativos para o grande dia da amiga noiva e por aí vai.

Graças a Deus, a contrapartida que Marido e eu recebemos faz o “estar longe” valer extremamente à pena. Tem a qualidade de vida, o sol até as 22h, os novos amigos que, de outra forma, não seriam amigos, a nossa cumplicidade que fortaleceu ainda mais, o contato com o novo a todo instante, o upgrade no currículo, sem falar nas muitas possibilidades de viagens. Quando, vivendo no Brasil, a gente acharia normal ir até Madrid para se despedir dos amigos que estão de mudança, passar o reveillon em Paris, o aniversário em Londres, o natal em Barcelona ou a Páscoa em Budapeste? Pois é!

É claro que quando a saudade aperta, até comercial de óleo para motor de carro nos deixa sensibilizados. Vídeo com fotos do afilhado, então... nos faz chorar feito crianças. Nessas horas eu agradeço por estarmos passando por isso juntos, do contrário seria muito mais difícil.

4 comentários:

Bia disse...

Oi flor!
Estou aqui para divulgar meu bazar, o Estilo Bazar, sou nova aqui nos blogs.
Dá uma passadinha lá para ajudar e dar uma olhadinha (vai que você se interessa por algo, né?).
ah, e ainda tenho muuuitas coisas para postar, então as atualizações serão bem frequentes ;)
se puder linkar, me avise para eu poder retribuir!
beijão e muito obrigada!
(se já te mandei esse comentário, por favor me desculpe)

http://estilo-bazar.blogspot.com/

Lisi disse...

O João Vitor é mesmo fofo, e estar longe de quem a gente ama é sempre dificil, mas aí é ver o que vale a pena... entendo o que vc diz. =)

Por Inteiro disse...

Ai, Ké, juro que brotaram umas lagriminhas aqui... agora... Eu, como você, sou ótima para fazer listas, mas péssima para perder algo em função de uma escolha. Beijos, querida. Bel

ThaisCantora disse...

Então, amiga... logo, logo vamos ter uma aventura inesquecível em lugares inimagináveis.
estou perdendo o sono...
Sou fã do seu blog, você realmente consegue dividir conosco a sua estada aí em Portugal...
beijo da Dinda!
T