17 abril, 2007

Apenas eu...

O blog ganhou novo nome. Tem alguns dias já. Passou de “blog da kelli” para “just me...”. Quase a mesma coisa, se for ver, já que no fim o que há aqui é “apenas eu”. Bem, pelo menos consegui tirar o meu nome do título.

Incrível como não tenho criatividade para batizar coisas! Desde criança, nunca consegui dar nome para um brinquedo e me lembrar dias depois. A única exceção é Alfredo, um ursinho de pelúcia que ganhei da minha madrinha quando fiz nove anos, daqueles que tem escrito “amo você” na camiseta vermelha. Ainda bem que ele é um ser inanimado, nem tem consciência que foi pagão por muitos anos. Sim porque só o batizei quando me dei conta que Alfredo é um nome super legal, mas não para dar ao meu filho...

Certa vez ganhei um peixe beta e claro que queria chamá-lo de... Peixe! Minha amiga quase desistiu de me dá-lo diante de tamanha insensibilidade (para ela, claro). Pensei, pensei, pensei e nada. Aí ela sugeriu: “Linguado. Igual ao da Pequena Sereia”. Empolgada, respondi: “É!!!!!!!!”, para em seguida racionalizar: “Mas o Linguado é amarelo e o meu peixe é vermelho”. Foi assim que o peixe recebeu o nome de Sebastião. (Eu não ia explicar, mas vai que quem ler isso aqui não viu o filme... Sebastião é o personagem vermelho do filme).

Pensam que pára por aí? Que nada... no meu primeiro aniversário namorando, o Namorado meu deu um Bizonho de pelúcia, o burro reclamão da turma do ursinho Pooh. O Namorado foi menos implicante que a amiga da história do peixe e até achou graça quando falei que o meu bizonho se chamaria Burrico.

Com animais a história foi só um pouquinho diferente. Dos dois cachorros que passaram lá em casa, o primeiro veio filhote e minha irmã deu as opções: Rubi ou Precioso. Ganhou Precioso :-) A Lady, nossa atual mascote, adotamos adulta, ou seja, já veio com nome. Mas no caso dela DonAna tratou de rebatizá-la. Para minha mãe, a Lady é Leide. Juro!

Bem, mas tudo isso — caramba, como lembrei de coisas! — era só para dizer que mesmo sendo leitora de muitos blogs, com os nomes mais criativos, aqui na casa da kelli, vocês encontrarão just me.

3 comentários:

Lisi disse...

Kelli, acontece a mesma coisa comigo. By myself nao é lá um exemplo de criatividade, assim como meu fotolog ta sem titulo pelo mesmo motivo...
e antes, todos meus bichos de pelucia tinham nome (Fedô, Frank, Cabrita... nada criativos tb!) mas agora nem tem mais...

Daniela disse...

eu não vi o filme.... ainda bem que você explicou!!!

e sabe quem dizia "peixe!" pra qualquer peixinho? aquela louca da darla, a vilã-mor do "procurando nemo". viu?

1worklover disse...

Bem, o processo de criar é complexo. Qual de nós já não padeceu, como vc, na hora de dar nomes às coisas.

O meu site foi parecido, e chegou à sua essência atual depois de eu mesmo descobrir a minha proópria condição. No seu caso, a simplicidade em q batizou-o, finalmente, dá a completa percepção do q se propõe: falar de vc.

Então, ótimo!
Beijos.