08 fevereiro, 2007

Confissão

Eu não suporto pessoas que falam pegando na gente. Tenho verdadeiro pavor de homens que se referem aos outros — outros mesmo, desconhecidos e tal — como “amor”, “paixão” ou “querida”. Sinceridade, prefiro morrer de catapora preta a ter que cumprimentar esse tipo de gente. Juro! Só eu sei a angústia que me dá quando o sujeito chega, se achando o bacana, e saca um abraço que nunca termina enquanto conversa.

Um comentário:

Daniela disse...

hahahahahaha....
não sabia que você tinha um blog....


e sair de cabelo molhado é muito relaxado, mesmo.... faço isso às vezes, mas detesto, porque se vou fazer qualquer coisa, é como se não desse importância ao evento, sabe????


beijo