09 abril, 2009

Páscoa feliz

Dia desses eu li num blog que a pessoa em questão prefere a Páscoa ao Natal, ultimamente. Isso porque o capitalismo que impera no Natal – e às vezes ofusca o real sentido da festa – ainda não tomou conta dessa data. Claro que isso não se aplica aos fabricantes de ovos de chocolate, mas enfim... esse pensamento me fez bastante sentido.

Vejam vocês, lá na casa de Donana nunca fomos muito católicos, então, para mim, a Páscoa representava: (1) um feriado prolongado, (2) dia de dar e ganhar chocolates e (3) o fim de semana em que nos reuníamos para o almoço baiano. Esse último é baiano mesmo, com caruru, vatapá, acarajé, moqueca de peixe, entre outras especialidades. E é sagrado, assim como a sexta-feira santa, acontece todos os anos desde que me entendo por gente.

Agora que estou pensando sobre o assunto, começo a dar ao almoço a mesma importância que tem a ceia do dia 24 de dezembro. Tem o feriado sim, a comida – muita! – e os presentes, mas o mais importante mesmo é o estarmos juntos.

Este ano, Marido e eu chegaremos com uma semana de atraso para a comilança. Enquanto o dia de ir para o Brasil não chega, nós vamos ali para Budapeste.

Por hora, fico por aqui. Desejo uma Páscoa feliz para cada um que passar por aqui e para aqueles que não passarem também. Que o sentido de recomeço e de renascimento fique tão claro para vocês, como está para mim mais do que nunca nesta Páscoa.

Beijos,
Kelli

4 comentários:

Lu Aith disse...

Oi querida!

Congressos são mesmo muito legais :o)
Esse em especial, eu estou realmente triste de perder... coisas da vida.

Viu né? Finalmente fiz minha lista de blogs amigos. Nem sei bem o que é Google Reader, rs

Eu lembro desses almoços baianos na Páscoa!
E logo mais vocês estarão aqui!!!!! Está anotado na agenda o dia de chegada e de partida :o)
Vamos combinar?

Boa páscoa pra vcs!!!

Eu pedi para não ganhar chocolate, senão vou explodirrrrr :o(
rs

Beijosss

Lidiane Vasconcelos disse...

Oi, Kelli!

Sabe que também andei me pegando a pensar sobre a importância demasiada que damos ao Natal em detrimento da Páscoa? Pois é, se a gente pára para pensar, a importância de significados é a mesma... sem tirar nem pôr. Achei massa sua reflexão a respeito...


Bom tê-la no Bicha. Fiquei feliz por ter gostado do espaço. Espero que volte muito mais vezes, viu? E sim, também irei te visitar.

;)

Beijos e feliz Páscoa para você!

mari bergel disse...

gaton, que fofura teu blog!saudades de vc. não deixemos de nos falar! super bj, mari

blogjaviu disse...

Pra mim, é tudo a mesma coisa.